segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Morre Renato Guerreiro, primeiro presidente da Anatel

Morreu nesta segunda-feira (28/02) o primeiro presidente da Agência Nacional de Telecomunicações e peça-chave na quebra do monopólio do setor no Brasil, Renato Navarro Guerreiro. Em nota encaminhada à imprensa, o presidente do órgão, Ronaldo Mota Sardenberg, lamentou o ocorrido.
O corpo de guerreiro é velado em Brasília. Ele foi conselheiro da Anatel desde sua instalação, em 4 de novembro de 1997, até 1º de abril de 2002, período em que presidiu a agência.

“Nascido em 15 de janeiro de 1949, em Oriximiná, no Pará, Renato Guerreiro dedicou sua vida às telecomunicações. Entre várias homenagens e condecorações que recebeu, destacam-se as de Comendador da Ordem do Mérito Forças Armadas e de Grande Oficial da Ordem de Rio Branco”, detalhou o órgão.

Em agosto de 2002, Renato Guerreiro iniciou seus trabalhos frente à Guerreiro Consult, empresa nascida do seu propósito de colocar a vasta experiência adquirida no setor de telecomunicações "para enfrentar os novos desafios que estavam por surgir".

“A dedicação de Renato Navarro Guerreiro ao País e ao setor de telecomunicações é exemplo e inspiração para todos aqueles que trabalham e que trabalharam com ele, na Anatel e nas demais instituições que tiveram a felicidade de contar com seu conhecimento, sua ética e seu caráter”, disse Sardenberg, em nota.
(Corpo de Renato Navarro Guerreiro é velado em Brasília)

Candidatas ao título de Rainhas do Carnaval de Mosqueiro serão conhecidas nesta terça-feira


Será realizado na próxima terça-feira (1º de Márço)o coquetel de apresentação das candidatas que concorrerão ao título de "Rainhas das Rainhas do Carnaval de Mosqueiro/2011". O evento acontecerá no Praiabar, com início marcado para as 21 horas. O coquetel é oferecido pela Prefeitura Municipal de Belém, através da Agência Distrital de Mosqueiro e seus patrocinadores. O concurso "Rainhas das Rainhas do Carnaval de Mosqueiro também é uma realização da PMB/Agência Distrital de Mosqueiro e acontece no sábado gordo de carnaval. O Blog vai estar presente e daremos cobertura completa!
(Na foto a Rainha das Rainhas do Carnaval de Mosqueiro/2010)

Logomarca a cada governo vai acabar. Pará terá marca em lei


Aquelas logomarcas, que todo novo governador mandava providenciar para marcar visualmente a sua gestão, vai acabar. Essa farra de troca-troca de logomarca a cada governo já está com os dias contados. O publicitário Orly Bezerra, responsável pela campanha vitoriosa de Simão Jatene já havia adiantado ao responsável deste blog e, agora, confirmado pelo secretário de Comunicação do governo do Estado, Ney Messias, informando em seu Twitter que o governador Simão Jatene enviará à Assembleia Legislativa um decreto oficializando a marca governamental e proibindo que futuros governadores alterem a marca do governo do Estado.
"O Governador @sjatenePA decidiu que o Governo não terá logomarca, e sim uma marca que será a bandeira do Pará", informa o secretário. Ainda por toda esta semana, um manual de aplicação da marca será encaminhado a todos os órgãos públicos.
(Na primeira ilustração acima a bandeira que será a marca definitiva dos governos do Pará. A segunda ilustração foi a logomarca do governo de Ana Júlia (PT)e ficará como a última na farra de logomarcas governamentais. Oservação: A cercadura em côr preto não faz parte de nenhuma das duas ilustrações acima. É estilo do layout do blog)

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Amazonino é torcedor do Paisandú. "Então tá explicado!"


De um torcedor remista postando neste blog e comentando a reportagem publicada no jornal Diário do Pará de hoje (25/Fev) sobre a entrevista com o prefeito Amazonino Mendes falando sobre episódio em que ele aparece no vídeo mandando a paraense Laudenice Paiva, moradora de área de invasão Santa Marta, em Manaus, morrer!
Tentando se explicar e minimizar o fato, Amazonino Mendes ainda declara que é torcedor do Paisandú. Reação do torcedor remista, Otávio do Espírito Santo: "É torcedor do paisandú - Então tá explicado!"

Amazonino diz que não pedirá desculpa pelas frases polêmicas

O prefeito de Manaus, Amazonino Mendes (PTB), disse ontem que não pedirá desculpas por ter dito 'então morra’’ a uma moradora de área de risco que argumentava não ser uma escolha dela estar ali. Ele disse que fez as declarações em resposta à 'loucura’’ e ao 'comportamento desajustado’’ da mulher. 'Por que eu tenho que pedir desculpas à moradora se eu fui lá salvar a vida dela? Eu a salvei e tirei as famílias da área de risco’’, afirmou.

Na última segunda-feira, Amazonino visitava uma área de risco de desabamento na periferia de Manaus quando a desempregada Laudenice Paiva, 37, disse que não se mudaria por falta de dinheiro. 'Minha filha, então morra, morra, morra!’’, respondeu o prefeito. Em seguida, ele indagou de onde a moradora havia vindo. Ela disse que era paraense. 'Então ‘tá’ explicado’’, afirmou Amazonino. A discussão foi gravada em vídeo e publicada no YouTube.

Amazonino disse que o 'então morra’’ foi 'a mesma coisa’’ que dizer 'você pode morrer’’, em resposta à insistência da mulher em permanecer no local. 'Esse 'então morra’ foi uma expressão decorrente pura e simplesmente do impacto, da teimosia, daquela loucura, daquele comportamento desajustado da mulher’’, disse o prefeito. Ele também argumentou que chegou 'emocionalmente atingido’’ ao local, que havia sido palco de mortes.

Com o episódio, Amazonino foi alvo de nota de repúdio da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) do Pará e ganhou o título de 'persona non grata’’ da Câmara Municipal de Belém. A desempregada prometeu processá-lo. O prefeito negou ter tido um comportamento preconceituoso: 'Gosto muito do Pará, mas estão se aproveitando politicamente disso. Há políticos no Pará querendo fazer disso uma bandeira. Eu lamento’’. Amazonino disse ainda que tirou do caso uma 'experiência dolorosa’’.
(Fonte: Amazônia)

CHEGAMOS RÁPIDO AO N° 1.000. MUITO OBRIGADO!


O NOSSO BLOG, SEM TRUCAGEM E SEM MUITA PRETENÇÃO,CHEGOU A MARCA DAS MIL VISITAS. HOJE MESMO ALCANÇAMOS ESTE NÚMERO QUE PARA NÓS JÁ É UMA VITÓRIA. OBRIGADO A VOCÊ QUE TEM NOS PRESTIGIADO COM SUAS VISITAS. 1.000 OBRIGADOS!

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Movimento do PSDB "Tucanos na Rua" não quer perder espaço

O “Movimento de Base Democrática “Tucanos na Rua”, do PSDB, em fase de organização, já ventila trabalhar na base, três nomes tucanos que poderão disputar a Prefeitura de Belém. O movimento está preocupado também com a ascensão e gula de partidos ditos aliados nos cargos do executivo estadual.
Os partidos e oportunistas de última hora avançam nos cargos de governo, enquanto os tucanos da base, do movimento social e da militância, que vestiram e soaram a camisa, continuam de fora nas vagas preenchidas com a gula dos aliados de última hora e dos oportunistas do poder.


Entre os nomes colacados na mesa do “MBD Tucanos na Rua” para disputar a Prefeitura de Belém em 2012, estão os nomes do senador Flexa Ribeiro, dos federais-licenciados Zenaldo Coutinho e Nilson Pinto, além do secretário de cultura Paulo Chaves e os vereadores Nemias Valentim e Paulo Queirós.



“Um partido em um período pré-eleitoral não pode ter sua portas fechadas , principalmente quando o diretório é o da capital”, ressalta um dos organizadores do movimento.
(Nas fotos acima os três nomes com cotação na base tucana)

Blog tucano anti-Dilma e PT é reativado com mínimo salário


Criado por tucanos em 2009, o site Gente que Mente, com críticas à Dilma Rousseff, ganhou sobrevida nesta semana.

Paralisado desde a campanha eleitoral, o blog apócrifo --registrado em nome do PSDB-- voltou a ser atualizado na quarta-feira (23). As últimas mensagens eram de julho do ano passado.

Apagões e reajuste do salário mínimo viraram munição contra a gestão petista.

Sobre o aumento do mínimo para R$ 545, o site mostra uma imagem que "não vale por uma palavra sequer": foto que reúne petistas ilustres, como Antonio Palocci, Aloizio Mercadante e José Dirceu, durante uma das votações do mínimo durante o governo FHC.

Oposição na época, o grupo sorri e, em pose irônica, faz gestos sinalizando que o aumento proposto pelo governo tucano é pequeno

Seios quase matam namorado

Uma mulher deixou o namorado inconsciente enquanto faziam amor.



A noite prometia muita agitação para o jovem casal britânico, mas os atributos físicos de Claire Smedley quase mataram o namorado e não foi de excitação. Steven, de 27 anos, protagonizava uma tórrida sessão amorosa, quando quase sufocou com os enormes seios da namorada. Claire terá reparado que o mais-que-tudo estava muito agitado, mas pensou que estaria apenas mais apaixonado do que nunca e resolveu continuar a sua performance.
No entanto, a certa altura, notou que o namorado estava muito parado, estranhou o comportamento e resolveu averiguar. Afinal, o jovem estava inconsciente e já não respirava. “Ele começou a descontrolar-se, mas achei que fosse por estar muito excitado. Então continuei. Poucos minutos depois, percebi que ele tinha parado de se mexer”, contou Claire ao jornal News of the World. Em total desespero, a jovem ligou imediatamente para a emergência médica. Entretanto, Steven conseguiu voltar a respirar antes de chegar aos médicos. Mais tarde, em declarações ao jornal britânico, o homem explicou: “Pensei que tinha chegado a minha hora, tentei dar-lhe palmadas nos braços para fazê-la reparar na minha agonia e sair de cima de mim, mas ela não percebeu os sinais”, afirmou, depois de se refazer do susto. No entanto, a relação não resistiu ao episódio. Três meses depois do incidente, o casal resolveu terminar o namoro.

Claire Smedley tem apenas 27 anos e é mãe de três filhos. A inglesa ocupa o segundo lugar no ranking dos maiores seios do Reino Unido, que pesam quase 13 quilos.(Publicado por admin Em 27 Abr 2010)

MEC anunciou hoje aumento de 16% no piso de professor


O ministro da Educação, Fernando Haddad, anunciou hoje o novo piso salarial dos professores da rede pública do País. O valor será de R$ 1.187,97 para docentes de nível médio que cumprem carga horária de 40 horas - uma alta de 15,84% sobre os R$ 1.024,67 adotados em 2010. Para os professores que cumprem 20 horas, o piso será de R$ 593,98.
O governo anuncia também o abrandamento das regras para a liberação de recursos federais para as cidades que têm dificuldades para pagar o piso salarial. Atualmente, para receber o recurso adicional quando não é possível atingir ao piso mínimo, o Estado ou o município tem de destinar 30% de seu orçamento para a educação - e não os 25% exigidos pela Constituição. Pela nova regra, valerá o porcentual definido na Constituição.
O Ministério da Educação (MEC) vai flexibilizar também a regra que determina que, para repassar a verba, o município precisa atender 30% dos alunos na área rural. A condição deverá ser derrubada. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
(Por Yahoo! Notícias)

Jango Vidal, não amofinou mas deixará o Racho

O presidente da agremiação carnavalesca "Rancho - Não Posso me Amifinar", Jango Vidal, divulga carta aberta no blog do Jornal Correio Jurunense, do amigo Jorge Mesquita, informando a sua saída da escola mais popular do bairro do Jurunas.

No trecho inicial da carta Vidal diz: “Subscrevo pela ultima vez na condição de presidente do nosso querido RANCHO NÃO POSSO ME AMOFINÁ. Dispensei meus mais nobres sentimentos e atos nesta função que engrandece a qualquer homem. Não houve dias não úteis e nem noites inúteis, pois a cada minuto busquei o melhor para nossa ESCOLA; posso não ter conseguido tudo o que sonhei, mas para tal lutei, sofri e sorri”...

E continua noutro trecho: JULGAMENTO - ..."Como o meu relacionamento com a comunidade sempre foi de total transparência, deixo a cada ranchista e a cada jurunense o julgamento sobre o meu desempenho à frente do RANCHO.
Tenho a convicção de que as diferenças servem para nos fazer crescer, principalmente onde há respeito aos semelhantes. Cargos e funções passam, fica a amizade. O respeito e a amizade dos que ajudaram na minha administração são o meu troféu"
... E finaliza:
"Na presidência do Rancho entrei Jango Vidal e
saio Jango Vidal, um pouco mais experiente!"
LEIA NA INTEGRA A CARTA E IMAGENS NO BLOG:
HTTP://jornalcorreiojurunense.blogspot.com

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Yahoo! repercute decisão da justiça do Pará que proíbe informações sobre empresários de comunicação


O Yahoo! Notícias Brasil postou às 03h26 desta quarta-feira (23 de fevereiro)notícia sobre decisão da Justiça do Pará em que proíbe o Jornalista Lúcio Flávio Pinto que edita o Jornal Pessoal e colunista do Yahoo!, de publicar reportagens sobre o processo em que os executivos do Grupo ORM respondem na Justiça do Pará. Veja a notícia abaixo:

Por Redação Yahoo! Brasil
O juiz Antônio Carlos Almeida Campelo, titular da 4ª Vara Cível Federal do Pará, proibiu o jornalista Lúcio Flávio Pinto , editor do Jornal Pessoal e colunista do Yahoo!, de publicar reportagens que contenham informações do processo em que executivos do grupo Liberal respondem por crime contra o sistema financeiro nacional.

Os irmãos Romulo Maiorana Júnior e Ronaldo Maiorana, sócios do maior grupo de comunicação do Pará, e outros executivos da corporação são processados, a partir de denúncia feita em 2008 pelo Ministério Público Federal, por fraude para obtenção de recursos de incentivos fiscais da Sudam (Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia), que somaram 3,3 milhões de reais até 1999, em valores não atualizados.

De acordo com denúncia do Ministério Público Federal, eles simularam a aplicação de capital próprio como contrapartida à colaboração financeira para a implantação de uma fábrica de sucos regionais, na área metropolitana de Belém. Hoje, a empresa produz apenas refrigerantes artificiais, tipo tubaína.
O grupo Liberal controla dois jornais diários, nove emissoras que geram imagem de TV (afiliadas à rede Globo), 90 retransmissoras, oito emissoras de rádio, um portal de internet e uma TV a cabo.

No despacho enviado a Lúcio Flávio, assinado na terça-feira (22), o juiz afirma que "o processo corre sob sigilo e qualquer notícia publicada a esse respeito ensejará a prisão em flagrante, responsabilidade criminal por quebra de sigilo de processo e multa que estipulo, desde já, em R$ 200 mil".
Lúcio Flávio, que tem repercutido o caso, disse que acatou a decisão, mas pretende recorrer, "na forma legal, em defesa do direito (que a liberdade de imprensa lhe confere) de continuar a prestar informações sobre tema de relevante interesse público, como é o caso em questão."

Blog do Pioneiro traz de volta sua estrela e sua marca


O deputado Manoel Pioneiro (PSDB), presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Pará - ALEPA, já tem o seu blog: Blog do Manoel Pioneiro com endereço: http://manoelpioneiro.blogspot.com O detalhe da página virtual é que está de volta a sua estrela - marca usada quando foi prefeito de Ananindeua. Será um prenúncio?

PSB pedirá "impeachment e CMB considera Amazonino "persona non grata"



IMPEACHMENT - O PSB em Manaus, partido de oposição ao prefeito Amazonino Mendes, estuda a possibilidade de propor o pedido de impeachment do gestor por falta de decoro ao cargo, causado pelo episódio contra a moradora paraense. O vereador Joaquim Lucena (PTB) disse na sessão de ontem na Câmara de Manaus que o caso de xenofobia não foi um desrespeito aos paraenses, mas “com a sociedade em geral”, segundo informam os jornais de Manaus.
Lucena declara que seu partido deverá analisar a cassação do prefeito, mas o vereador admite que ainda não conversou sobre a medida com os outros integrantes da oposição no Legislativo municipal. Mesmo que a cassação do prefeito não vingue, Lucena quer que Amazonino Mendes sofra “uma severa punição” pela ofensa.
PERSONA NON GRATA - Por unanimidade, os vereadores de Belém aprovaram voto de repúdio e de persona non grata ao prefeito de Manaus (AM), Amazonino Mendes (PTB), que, em uma discussão registrada por uma equipe de TV anteontem, disse à paraense moradora de Manaus que morresse. O documento aprovado pelos 35 vereadores de Belém será enviado pela Câmara de Belém à Câmara de Manaus e à prefeitura local.
Quatro vereadores reagiram com as propostas de repúdio e de tornar o prefeito manauara em persona non grata em Belém. Os requerimentos foram assinados em conjunto pelo presidente da Câmara, Raimundo Castro (PTB), além dos vereadores Abel Loureiro (DEM), Otávio Pinheiro (PT) e Antônio Vinagre (PTB). Os vereadores consideraram o ato de Mendes preconceituoso e discriminatório contra o povo paraense “quando se referiu diretamente de forma pejorativa a uma cidadã paraense, ofendendo a dignidade e a essência da cidadania e da democracia que a mesma representava”.
O presidente da Câmara definiu a postura do prefeito de Manaus como
um “ato grosseiro e mal-educado”, que demonstra o despreparo político de
Amazonino Mendes. “Esse tipo de pensamento preconceituoso tem de ser banido da política”, completou o vice-presidente da Casa, vereador Adalberto Aguiar (PT).
O líder do PT, vereador Marquinho Silva, propôs também que o Legislativo de Belém exorte ao Legislativo de Manaus, a fim de que inicie um processo de cassação do prefeito Amazonino Mendes “por falta de condições de administrar a cidade”.
Antônio Vinagre alegou ter certeza que a postura e as palavras preconceituosas do prefeito de Manaus contra uma paraense pobre e que mora próximo de encostas por falta de moradia digna não representa o pensamento do povo amazonense. “Tenho certeza que o povo amazonense não concorda com isso”, proferiu Vinagre. (DOL)

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Governo do Estado repudia discriminação à paraense em Manaus


“Diante do lamentável fato ocorrido na última segunda-feira (21) na cidade de Manaus, capital do Estado do Amazonas, amplamente divulgados pela imprensa e pela internet, envolvendo uma cidadã paraense e o prefeito daquele município, Sr. Amazonino Mendes, o Governo do Estado do Pará se sente no dever de fazer as seguintes considerações:


1. É inaceitável que, em qualquer circunstância, um ser humano sofra qualquer espécie de discriminação. É deplorável, portanto, a atitude de uma autoridade pública, eleita pelo povo, que, ante um grave problema social, mostra desequilíbrio e destempero. Não satisfeito em dizer à mulher "morra!", o prefeito, ao saber que ela é paraense, destilou ironia e sarcasmo, dizendo que "então está explicado", querendo insinuar que a atitude da mulher, cobrando por providências em uma área onde ocorreram desabamentos e mortes, se devia ao fato de a mesma ser oriunda do Estado do Pará.


2. Certamente, a atitude do prefeito não reflete o pensamento da maioria dos manauaras e amazonenses, que há séculos lutam bravamente com seus vizinhos amazônidas por uma sociedade mais justa e fraterna, e por uma Amazônia respeitada, nacional e internacionalmente.


3. É fato que muitos paraenses migraram para Manaus em busca de novas oportunidades. Como é fato, também, que muitos amazonenses (e brasileiros de todos os demais Estados) para cá vieram, todos em busca de um futuro melhor, em uma terra que os acolheu fraternalmente. Em ambos os casos, os povos amazonense e paraense receberam os migrantes de braços abertos, e não haveria outra maneira de fazê-lo, já que somos todos brasileiros.


4. O Pará, com seus imensos recursos naturais, sempre contribuiu para o desenvolvimento do país, respondendo decisivamente para o superávit da balança comercial graças às exportações, que, malgrado sua importância, não têm compensado os paraenses como deveriam. As injustiças fiscais estão entre as razões dos desequilíbrios regionais, pobreza e subdesenvolvimento, que, somados, forçam o povo a sobreviver, muitas vezes, fora da terra natal. A realidade é dura para todos na Amazônia, e é incompreensível que haja rancores entre nós e, lamentavelmente, alimentados por uma autoridade pública.


5. O Pará, formado pela soma de várias naturalidades e nacionalidades, lamenta o episódio ocorrido em Manaus, mas compreende que, acima de tudo, está a fraternidade entre os povos que sofrem e lutam por uma melhor qualidade de vida para todos, sem discriminação.


Por um Pará unido, por uma Amazônia unida, por um Brasil unido.


Governo do Estado do Pará”

Prefeito de Manaus diz a paraense 'Minha filha, então, morra, morra'



O prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, discutiu com uma moradora de uma área de risco na manhã desta segunda-feira (21). Ele foi ao local após a morte de três pessoas durante o fim de semana por causa de um desmoronamento de terra na comunidade Santa Marta.

Em um dos momentos, a moradora afirma que não tem condição de ter uma moradia digna. Ele responde: “Minha filha, então, morra, morra.”

Em outra ocasião, o prefeito pergunta de onde a moradora é. Ela afirma que é do Pará. “Então, pronto. Tá explicado”, diz o prefeito.

O que o Amazonino Mendes merece mesmo é uma reação de nossas autoridades e uma vaia dos paraenses do tamanho ou maior da que ele recebeu em passado recente. Veja outro vídeo na postagem acima.

Paraenses, vamos vaiar o prefeito Amazonino também!



A atitude do prefeito de Manaus, Amazonino Mendes só aumenta a rivalidade e a discriminação enraizada na cultura e no folclore entre os manauaras e os paraenses. Discriminação essa, raivoza, vindas, principalmente dos amazonenses.
Enquanto deveria se esperar atitudes bem mais estadistas de gestores públicos nos deparamos com um absurdo de discriminação explicita aos paraenses radicados na cidade de Manaus, vinda de um gestor "idoso" como ele mesmo gosta de afirmar e que poderia usar de sua experiência do alto dos seus 76 anos, onde já foi governador do Amazonas e atualmente está à frente da prefeitura de Manaus a fim de minimizar a rivalidade folclórica entre Paraenses e Amazonenses.
Não esquecendo que, o Amazonas e Pará fazem parte de uma mesma região e, por essas e outras, nossos governantes podem e devem se unir para reduzir as desigualdades sociais e a própria discriminação advinda do sul e sudeste do país.
Outro motivo para reduzir esse folclórico da rivalidade foi a eleição e reeleição do governador Eduardo Braga, paraense da gema que, com sua família, se radicou no Estado do Amazonas e se tornou um dos governadores mais bem avaliado da história do Amazonas.
O episódio do bate-boca entre o prefeito e uma moradora na visita do alcaide em uma área de risco ocupada por moradores de baixa renda, merece repúdio do povo e das autoridades do Pará, pois aqui também recebemos nossos irmãos do amazonas e de outras regiões do Brasil. Afinal, somos todos brasileiros!
A atitude do prefeito, Amazonino Mendes com uma das moradoras que por ser paraense teve do próprio prefeito a clara discriminação refletida por muitos amazonenses com relação ao povo do Pará.
Por essas atitudes, o prefeito merece dos paraenses o que os manauaras já lhe deram em perído recente. Uma sonora vaia!

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Freira é expulsa de convento por conta de seus 600 Facebook

A Irmã Internet afirma que suas atividades na rede não diminuíram em nada sua vocação. (Por Daniel Pavani)
"Hoje me expulsaram do monastério. Há umas irmãs quenianas que tornaram minha vida impossível.” Assim a freira María Jesús Galán anunciou no Facebook a sua expulsão do covento. Conhecida na cidade espanhola de Toledo e nas redes sociais como ‘irmã internet’, ela viveu no local por mais de 35 anos.

O Arcebispado de Toledo se recusou a comentar o caso, divulgado pelo jornal local “ABC Toledo”, que considera o assunto da “vida interna” da comunidade religiosa.
Ao jornal, pessoas que não quiseram ser identificadas descreveram um clima de tensão no covento Santo Domingo el Real entre a freira internauta e outras irmãs. No local vivem 14 freiras estrangeiras, algumas da África e da Ásia.

A noticia da expulsão da “irmã internet” provocou protestos nas redes sociais. No perfil da freira, em que ela postou um rosto de mulher chorando, muitos deixam mensagens de apoio de diferentes lugares do mundo.
“Nasci feliz, vivo feliz e morrerei feliz… apesar de terem me expulsado do monastério por causa de três quenianas ambiciosas”, escreveu a irmã no seu Facebook, onde se define como alguém "que gosta de ler, de música, de arte e de ter amigos”. Até a tarde desta quinta-feira (17), eram quase 300 os amigos na rede social e mais de 600 seguidores na comunidade dedicada a ela.

A freira se recusou a falar sobre os motivos exatos de sua expulsão, alegando que o episódio “já passou e não vale à pena remexer na ferida”. “Estou em paz, sem nenhum tipo de rancor”, acrescentou no seu perfil.
Em maio de 2010, Galán recebeu o prêmio Mérito Regional do Governo de Castilla-La Mancha por seu trabalho de "catalogação de documentos e livros da biblioteca do convento, a introdução de novas tecnologia no ambiente tradicional e a contribuição pela difusão da comunidade na rede".

Pessoas próximas à freira disseram ao diário “El País” que, por trás da decisão, havia o descontentamento da hierarquia eclesiástica com uma religiosa que tinha cada vez mais notoriedade nos meios de comunicação.

Mensagem sobre expulsão foi postada por religiosa no perfil do Facebook. Em 2010, ela ganhou um prêmio pela digitalização da biblioteca do local


Um freira espanhola que estava em clausura há mais de 35 anos foi convidada a se retirar por conta de suas atividades online. A irmã internet, como ela era conhecida, possui mais de 600 amigos no Facebook.

O The Register conta que o convento de Santa Domingo el Real, na região de Toledo, na Espanha, adquiriu um computador há 10 anos para que as freiras pudessem realizar transações bancárias e compras, limitando ainda mais seu contato com o mundo exterior.

Entretanto, uma coisa levou à outra. A freira Maria Jesús Galán criou um perfil no Facebook e rapidamente conseguiu mais de 600 amigos, provavelmente curiosos sobre o que a enclausurada poderia contar. Infelizmente, suas companheiras não gostaram muito da situação e a freira conta que isso fez a vida impossível. A Irmã Galán afirma que sua vocação estava mais forte do que nunca, mas que suas companheiras não entendiam isso.

O site do jornal The Telegraph conta que a Ordem Dominicana não se pronunciou sobre o assunto e o Arcebispo de Toledo afirmou se tratar de uma questão interna. Mesmo assim, o The Register lembra que há algumas semanas o Papa Bento XVI alertou as pessoas para que não banalizem a mensagem Cristã em redes sociais apenas para conseguir mais amigos.

A Irmã Galán passou mais de três décadas enclausurada, e após o ocorrido, a freira está vivendo com sua mãe e afirma ter vontade de visitar Londres e Nova York.

Mais notícias em dpavani.geek.com.br .

Paróquia de Mosqueiro faz Carnaval de fé

Para quem não gosta da folia tradicional, Igreja oferece alternativa animada. Os padres do Movimento Providentino promoveram, ontem, em Mosqueiro, o primeiro arrastão 'Alegrai-vos', o Carnaval com Cristo e para Cristo, organizado pela Paróquia de Nossa Senhora do Ó. Padre Geocimar Sousa, vigário paroquial e idealizador do evento, foi para as ruas com trio elétrico e centenas de pessoas cantando, dançando e rezando. 'O povo de Mosqueiro é alegre; a festa está na alma das pessoas. Por isso, nós queremos mostrar que até mesmo no Carnaval podemos nos divertir e louvar a Deus sem exageros', disse o religioso.

Nesse primeiro arrastão, a comunidade saiu em bloco depois da missa das 9h30 na Igreja Matriz. Serviu como uma espécie de ensaio para a vasta programação que vai acontecer nos quatro dias de Carnaval e na Quarta-Feira de Cinzas, quando começam a Quaresma, tempo de penitência e meditação e a Campanha da Fraternidade, de 5 a 9 de março.

Padre Geocimar disse que para promover o evento, ele recebeu o apoio dos padres Cristóvão Freitas, pároco de Nossa Senhora do Ó e diretor geral do Instituto Mãe da Divina Providência (Padres Providentinos), bem como, Antonio Luiz, que é o vigário paroquial e ontem saiu ajudando na animação das pessoas. Afirmou que serão momentos fortes de reflexão, oração e adoração ao Santíssimo Sacramento.

Pioneiro garante providências sobre fraudes na ALEPA

O deputado Manoel Pioneiro, presidente da Assembléia Legislativa do Estado, garantiu que vai tomar todas as providências para averiguar as denúncias de fraudes e desvios de recursos dos cofres da Casa.
A medida será tomada a partir da próxima terça-feira (22), quando será nomeado o novo procurador geral da Alepa.

Segundo Pioneiro, não há como informar sobre o montante dos recursos desviados nem sobre quantos servidores estariam envolvidos, por estar no cargo há apenas 16 dias. ‘Nós não temos esse levantamento, mas em breve será divulgado. Só temos o nome de uma pessoa envolvida e que já foi exonerada’, explicou.

A servidora Mônica Alexandre da Costa Pinto, que respondia pela chefia da Seção de Folha de Pagamentos da Alepa, foi exonerada. ‘Essa é uma atitude isolada de uma pessoa que conseguiu fazer com que mais pessoas participassem da situação, então isso não tem como respingar na Casa e nos deputados’, avaliou.

Entretanto, Pioneiro não procurou fazer julgamentos antecipados e não apontou nomes de outros servidores que poderão ser investigados. ‘Eu não trabalho com julgamento, eu trabalho com as coisas concretas. A mim cabe a parte de dar tranquilidade para que a Casa funcione normalmente, para que possamos realmente apurar os fatos, e é isso que eu quero’, avaliou.

Manoel Pioneiro garantiu que serão tomadas todas as providências administrativas e jurídicas, envolvendo inclusive o Ministério Público e Justiça Estadual.
(Portal ORM)

Prefeitura leva Portal da Folia e anima o carnaval em Caranaduba

O Portal da Folia arrastou cerca de 1.500 pessoas para a praça do Carananduba. O público curtiu desde marchinhas de carnaval até as músicas mais tocadas na rádio atualmente. Neste domingo, 20, o palco recebeu artistas da ilha, que garantiu a diversão geral, do público infantil aos idosos.
De acordo com o Presidente da Fundação de Cultura de Belém (Fumbel), Carlos Amílcar, este ano o diferencial do carnaval de rua em Belém e nas Ilhas foi o aprimoramento do que já existia. “Este ano nós priorizamos o que já existia, reunimos com os representantes das ilhas e pedimos para que eles dissessem o que a população gosta e como gosta de curtir o carnaval, já que a festa é para eles e intenção da Prefeitura de Belém é valorizar a cultura de cada local, ajudando na estrutura, dando apoio na segurança e claro garantindo a diversão para os brincantes” diz Amílcar.
A brincadeira teve início com o arrastão do bloco União Araraense do Carananduba, que animou a população com músicas e marchinhas de Carnaval. “É muito bom poder resgatar e fortalecer a nossa cultura, principalmente quando é valorizado o que é nosso”, disse dona Elizabeth Cordeiro, uma das integrantes do bloco.
A Escola de Samba, Universidade de Samba de Mosqueiro (Unisam), foi representada por parte da bateria no palco, que tocou e cantou seus sambas enredos. A escola já existe há 6 anos, é composta por 1.200 integrantes, 150 só na bateria. Este ano irá homenagear na avenida a Presidente da Escola, Domingas Carneiro.
Para o cantor oficial, Antônio Carlos, conhecido como Xaxá, a política cultural da Prefeitura está muito boa. “Aqui na ilha tem muita coisa boa para se explorar, e dessa maneira a Prefeitura faz a festa e ainda dá a oportunidade para os artistas locais mostrarem seus talentos”, ressalta.
A última atração da noite foi a Banda TDB, atração local, que agitou a galera com as músicas mais tocadas nas rádios. No próximo domingo, 27, o Portal da Folia de Mosqueiro chegará para os brincantes da Baía do Sol. Para garantir a segurança e diversão da festa, a Prefeitura conta com o apoio da Polícia Militar, Bombeiros, Defesa Civil, além de agentes da CTBel e Guarda Municipal.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Bloco é lançado com apoio do "senador do açai" Flexa Ribeiro

O "Bloco do Açai" estreia neste carnaval/2011 tendo o apoio do senador Flexa Ribeiro que teve como uma de suas bandeiras de campanha para o senado a defesa dos vendedores e o fruto mais popular do Pará - O açai. Lançamento do bloco carnavalesco acontece neste domingo(20/02) com concentração na praça do relógio (Feira do Açai) a partir das 14h. Os brincantes que desejarem participar da brincadeira poderão adquirir o kit-abadá levando 1kg de alimentonão não perecivel. (Na foto acima - Os então candidatos Flexa Ribeiro e Simaão Jatene em campanha na Feira do Ver-o-Peso tomando açai com peixe e camarão frito).

O senador Flexa Ribeiro (Na foto ao lado), inclusive, é o campeão de presença no senado, segundo o site “Congresso em Foco”. Flexa, que é o senador mais votado da história do Pará, também foi um dos primeiros a apresentar projetos de interesse da população nesta legislatura e, entre os projetos apresentados, um se refere ao açaí.
O projeto apresentado a mesa do senado prevê o início de uma série de ações que serão realizadas durante o mandato para proteger, ampliar e desenvolver a produção de açaí e a fruticultura no Pará. A proposta busca proteger o nome e a "marca" açaí, conferindo-lhe a designação de fruto nacional.
"É uma preocupação de todos os brasileiros e paraenses diante de notícias que informam sobre registros de patentes no exterior com nomes de frutas da Amazônia. Primeiro vamos assegurar o nome açaí como uma fruta nacional, paraense", explica Flexa Ribeiro. Segundo o senador paraense, ainda este ano serão apresentados outros projetos em relação já à fruticultura.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Vídeo de sexo da vereadora D'Allacqua de Vitória do Xingu cai no youtube

Escândalo na Câmara Municipal de Vitória do Xingu chegou ao youtube. Um suposto vídeo já está na rede mundial de computadores com cenas um tanto quanto "pincante". As imagens com cenas de sexo mostra a vereadora e ex-presidente da Câmara Municipal de Vitória de Xingu, Elsa Laire D'Allacqua e um funcionário da câmara que exerce a função de tesoureiro. Detalhe: A vereadora é casada e a felação não é com seu marido. O video já repercute na cidade onde oposição e situação ao prefeito Liberalino Ribeiro se degladiam com denúncias de lado à lado. (Na foto ao lado a vereadora Elsa ao microfone).

MUITA CAGADA NA CÂMARA MUNICIPAL DE VITÓRIA DO XINGU

DENÚNCIAS - Vereadores do município de Vitória do Xingu já haviam criado uma comissão parlamantar de inquérito (CPI) para investigar supostas irregularidades que teriam sido praticadas no exercício de 2009, na gestão da ex-presidente Elsa Laire D'Allcqua. De acordo com os vereadores, as denúncias apontam para despesas sem licitação, nepotismo e gestão fraudulenta, sendo que informações extraídas do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) atestam que a Mesa Diretora da Câmara municipal, presidida à época por Elsa Lacqua, autorizou a compra de 65 fardos de papel higiênico, contendo cada fardo 64 rolos, totalizando a incrível marca de 4.160 unidades.
Como no ano de 2009 foram realizadas somente 35 sessões ordinárias na Câmara Municipal, a Comissão chegou a conclusão que foram usadas 118 unidades de papel higiênico por sessão, um número inimaginável, levando-se em conta que a Câmara possui nove vereadores e cinco servidores em seu quadro.
De acordo com levantamento realizado pela atual legislatura, foram efetuadas compras do produto no mês de julho do ano passado, período de recesso do Legislativo municipal. 'No dia 20, foram comprados 14 rolos de papel higiênico da empresa Comercial Vitória, conforme a Nota Fiscal 00153, sendo que no dia 24 do mesmo mês, ou seja, quatro dias depois, foram adquiridos dez fardos de 64 rolos de papel higiênico, desta feita da empresa Comercial Primavera', afirma o relatório da Comissão de vereadores.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Tetê Santos vira Secretária de Estado

O Diário Oficial de hoje (16/02/2011) registra a nomeação de Maria Alves dos Santos para exercer o cargo de Secretária de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social. A nomeação passou desapercebida dos blogueiros e das fontes palacianas que costumam vazar as informações para grande imprensa. Talvez, pelo nome que não chama muita atenção (Maria Alves dos Santos), ou mesmo a desatenção dos atentos, o fato não foi noticiado. Mas o blog informa: a nova Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social é a ex-deputada Tetê Santos. A ex-parlamentar aguardava mesmo era assumir uma cadeira na Assembléia Legislativa com a licênça de mais um dos seis deputados do PSDB, sendo que Sidney Rosa assumiu a Secretaria de Projetos Estratégicos (SEPE) dando lugar a Haroldo Martins (DEM) e como ninguém mais se habilitou a um cargo no executivo, Tetê Santos que é a 2ª suplente da Coligação PSDB-DEM-PPS ocupa a SEDES à pedido do próprio governador. A nomeação prestigia o Movimento de Mulher do PSDB, que reivindicava de Simão Jatene, um lugar para a ex-parlamentar que representa o movimento feminino tucano no Pará. Esta notícia o blog dá em "primeira mão".

AJORMAP inicia parceria com a Comunicação da Prefeitura de Belém

Mais uma reunião importante aconteceu entre representantes da Associação de Jornais e Mídia Alternativas do Estado do Pará (AJORMAP), desta vez, com a Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura de Belém. Foi na sexta-feira, 11 de fevereiro passado, no Cine Acyr Castro, no Memorial dos Povos. Na oportunidade, o coordenador de Comunicação, Hélio Dória, mostrou interesse de estender a área de veiculação das ações da Prefeitura de Belém, junto às comunidades, que não têm a possibilidade de acompanhar os principais noticiários por parte da mídia maior. "O papel da mídia alternativa neste caso é importante, porque assim, ela fica sabendo até mesmo o que os grandes veículos não falam das ações governamentais", destacou o titular da Comus.
(Na foto acima, a comissão da AJORMAP no encontro na COMUS: Roberto
Angelin, Jorge Mesquita, Hélio Dória, da COMUS; João Leal, Willian Souza, Roberto Piedade e a Nayara, filha do João Leal, secretário geral da AJORMAP
)

Prefeitura de Belém dará apoio ao 1° Encontro da Mídia Alternativa

Na reunião com a Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Belém (COMUS), ficou acertado que, o I Encontro da Mídia Alternativa, que vai acontecer no próximo dia 15 de abril, ganhou mais um apoio. Além do Governo do Estado, através da Secretaria de Comunicação, a Prefeitura de Belém, através da COMUS, também será parceira do evento promovido pela AJORMAP. A PMB disponibilizará o local do evento, entre outras providências, conforme anunciou Hélio Dória, titular da COMUS. O local disponibilizado pela PMB/COMUS é o auditório do no Memorial dos Povos.
O prefeito Duciomar Costa e o governador Simão Jatene, estarão sendo agendados para participarem do encontro, assim com os respectivos secretários de Comunicação, Hélio Dória e Ney Messias; além prefeitos da região metropolitana de Belém e assessores de comunicação das 143 prefeituras paraenses. O evento terá inscrições limitadas. O público alvo do encontro será composto de proprietários e editores de jornais, revistas, blogs, sites, rádios comunitárias, serviço de publicidade fixa (boca-de-ferro), publicitários, jornalistas, estudantes, entre outros. O evento vai reunir aqueles que fazem a comunicação de base paraense e será a oportunidade para que as autoridades e opinião pública conheçam o trabalho da mídia alternativa do Estado. Entre os palestrantes convidados estará o jornalista Guarany Júnior, diretor de Marketing, de O LIBERAL, que já confirmou presença e Gerson Galvão Filho, presidente da ABRARJ - Associação Brasileira de Revistas e Jornais.
(Na foto acima Orlando Brito do Carmo, presidente da AJORMAP e João Leal, secretário-geral)

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Vazou a fórmula da Coca-Cola!

Ter, 15 Fev, 03h10
Washington, 15 fev (EFE).- A receita da Coca-Cola, guardada sob sete chaves pelos proprietários da empresa durante 125 anos, deixou de ser um mistério, segundo um site que afirma ter descoberto os ingredientes em uma página esquecida de jornal.


PUBLICIDADE - Como publicada nesta terça em seu site pelos produtores do programa de rádio "This American Life", a fórmula original do refrigerante mais popular do mundo estava na fotografia que ilustrava um artigo sobre a história da Coca-Cola, publicado no jornal "Atlanta Journal Constitution" de 1979.
A imagem mostra uma lista de ingredientes escritos de próprio punho em 1886 por um amigo do criador da bebida, John Pemberton, em um livro de boticário passado de geração em geração que atualmente estava com uma mulher em Griffin (Geórgia), conforme "Thisamericanlife.com".
A Coca-Cola, que mantém a versão oficial de sua receita em um cofre em Atlanta que só dois funcionários têm a chave, não confirmou se a composição publicada é a correta.
Da lista publicada, a parte mais reveladora é a que explica como misturar o 7X, uma substância que só representa 1% da bebida, mas que é crucial para dar o sabor característico.
Para a mistura do famoso ingrediente secreto são necessárias oito onças (cerca de 30 ml) de álcool, 20 gotas de óleo de laranja, 30 gotas de óleo de limão, dez de óleo de noz moscada, cinco de óleo de coentro, 10 de óleo de neroli - das flores da laranjeira amarga - e 10 de óleo de canela.
O restante da bebida é elaborado com três onças de ácido cítrico, duas onças e meia de água, uma de cafeína, uma de baunilha, duas pitadas de suco de lima, uma onça e meia de bala para dar cor e uma quantia de açúcar que é ilegível na lista.
A receita original inclui três copos de extrato de fluído de coca, um ingrediente que a companhia retirou do composto no início do século 20 após uma série de críticas.
Resta saber se, além da eliminação desta substância, os proprietários da Coca-Cola aplicaram modificações substanciais na fórmula desde que Pemberton a projetasse.
Para tentar comprová-lo, a equipe do programa radiofônico reuniu um grupo de analistas e amantes da bebida em uma degustação da mistura obtida pela receita.
Segundo o site, a maioria dos que provaram não encontravam diferenças da Coca-Cola comercializada. "Acho que esta é de verdade uma versão da fórmula", disse ao programa o historiador Mark Pendergrast, autor de uma história da bebida. EFE

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Belém/Mosqueiro via Icoaraci e Outeiro: Cadê a ponte Dudu?

Até o momento a promessa da ponte ligando Mosqueiro a Outeiro, feita pelo prefeito de Belém, Duciomar Costa de encurtar a distância e o tempo de acesso até Belém, para muitos, não passou de um "factóide oficial da Prefeitura de Belém". (Por enquanto a única forma de ligação via ponte ainda é pela Sebastião R. de Oliveira, inaugurada em 1976 - Foto ao lado).
Na verdade, alguns analistas polítcos acredtam que a notícia da da nova ponte foi uma forma que o prefeito encontrou em 2009, enrolado até o pescoço com notícias de denúncias vindas principalmente da área de saúde do município, para tentar desviar o foco da grande imprensa e de seus opositores - anunciando a construção de uma ponte Outeiro-Mosqueiro no valor de 300 milhões de reais. O tal projeto estaria pronto já em abril de 2009. O resultado dessa promessa é que não se viu mais nenhuma notícia por parte da prefeitura com relação a ponte e muito menos do projeto.

Anunciou, ainda o alcaide, que a PMB iria construir uma nova malha rodoviária ligando Belém a Mosqueiro, através de Outeiro a um custo avaliado de 300 milhões de reais. Falou-se até em 150 milhões de Euros. O prefeito, inclusive, comunicou que o projeto estaria pronto ainda em 2009, especificamente em abril daquele ano, mas até agora nada! Aliás, nesse período, a única notícia que tivemos foi a construção e inauguração de uma ponte para Mosqueiro. Isso mesmo - em Mosqueiro! Porém, o Mosqueiro privilegiado foi o de Aracajú no Estado de Sergipe, conforme outra postagem neste blog.

No aniversário de Belém/2011, ocorrido em 12 de janeiro, o tema nem foi tocado. Estranho, muito estranho! Devido a grandeza do mega-projeto da nova ponte. O que seria o anúncio de um grande presente pra Belém ficou no esquecimento. A divulgação da nova ponte só foi feita mesmo naquele ano da crucial crise da saúde. Veja abaixo um dos noticiários sobre a costrução da nova ponte do Dudu.

A interligação Belém-Mosqueiro por rodovias de acesso e quatro pontes nos distritos de Icoaraci e Outeiro é hoje a principal estratégia de crescimento de Belém, disse ontem (11/03/2009) o prefeito Duciomar Costa, durante sobrevoo na área do projeto, que deve ser concluído até mês que vem, com orçamento estimado em R$ 300 milhões. A expectativa é reduzir o tempo da viagem em mais de 50 minutos e a distância em 60 quilômetros entre Belém e as duas ilhas.
Duciomar Costa sobrevoou de helicóptero os distritos para definir a localização exata dos acessos viários e das pontes que vão constar do empreendimento. O projeto trará, com detalhes, o levantamento topográfico da área, das estradas que serão abertas e das quatro pontes que serão construídas para efetivar as interligações Icoaraci-Outeiro e Outeiro-Mosqueiro, além do estudo geológico e de impacto ambiental.(Na foto abaixo o Mapa onde se posicionará a nova malha viária com a ponte em traço amarelo).


A conexão entre Outeiro e Mosqueiro é inédita. Vai possibilitar que a distância entre Belém e a ilha, a partir da ilha de Caratateua, seja reduzida de cerca de 60 quilômetros para apenas três. A iniciativa do projeto, segundo o prefeito, é hoje a mais importante estratégia de crescimento da capital, já que a cidade, hoje, só pode crescer para as ilhas.
BLOQUEIO - Na análise do secretário municipal de Urbanismo, Sérgio Pimentel, Ananindeua, na Grande Belém, passou a bloquear o crescimento de Belém no continente. ‘A longo prazo esse projeto significa crescimento acelerado para Icoaraci, Outeiro e Mosqueiro. Com a interligação, Mosqueiro seria para Belém o que a Barra da Tijuca representa hoje para o Rio de Janeiro’, comparou. Assim, a capital do Estado teria, de ponta a ponta, de um extremo ao outro, a interligação pelos rios.
De um lado, a orla que chega com o projeto Portal da Amazônia; de outro, os distritos de Icoaraci, Outeiro e Mosqueiro com infraestrutura e malha viárias apropriadas. O secretário municipal de Urbanismo, que acompanhou o prefeito no sobrevoo, informou que o valor de R$ 300 milhões compreende investimentos na obra como um todo, como pontes, rodovias de acesso, urbanização da área, mais iluminação pública.
Sérgio Pimentel disse ainda que os estudos que vão compor o projeto básico definirão, por exemplo, se a principal ponte da interligação será ou não estaiada, ou seja, com cabos de aço ou estaios, no mesmo modelo da ponte da Alça Viária. O projeto executivo trará o detalhamento do projeto básico, e as etapas da execução.
CAPACIDADE - ‘Belém está confinada e precisamos destravar isso, que é o que prevê o Plano Diretor Urbano (PDU). Também vamos fazer um projeto específico para produzir planos diretores específicos para as ilhas’, reiterou o prefeito. A principal ponte que vai interligar os dois distritos de Belém terá 1,5 mil metros. Também constarão do projeto básico outras três pontes; a primeira delas vai fazer a ligação entre Icoaraci e Outeiro, substituindo a existente hoje.
Duciomar Costa ressaltou que a nova ponte que fará a ligação entre Icoaraci e Outeiro será projetada para suportar veículos pesados, já que a atual não tem condições e nem capacidade para absorver o impacto de grandes cargas. O projeto de interligação viária com as quatro pontes será licitado para início imediato das obras, em maio. Segundo o prefeito, os recursos para garantir a execução da obra serão próprios, com a parceria do governo federal. Matéria veiculada em 12/03/2009

Ponte que liga à Mosqueiro foi inaugurado em 2010. É verdade?

Esta notícia não é mentira - é real. Foi publicada em em 1° de abril de 2010 (Ironicamente no Dia da mentira), mas é verdade e felizmente (para uns) ou infelizmente (para outros) que se posicionam contra e a favor, respectivamente, de uma ponte ligando Mosqueiro à Outeiro então prometida pela Prefeitura Municipal de Belém. Mesmo se referindo à Mosqueiro esta notícia não têm nenhuma relação com a nossa Ilha de Mosqueiro, de Belém do Pará.(Na foto ao lado a nova ponte que liga Mosqueiro à Caueira, em Sergipe).
Na verdade, a notícia da inauguração da nova ponte em 30 de márço de 2010 ligando a Mosqueiro, vêm do Estado de Sergipe. É isso mesmo! Lá também existe um balneário chamado Mosqueiro. Ou seja, para você que ainda não sabia existe um outro Mosqueiro no Brasil e lá, ao contrário daqui, a ponte prometida pelas autoridades locais foi construída e entregue a população. Veja a notícia abaixo:

Na noite desta terça-feira, 30, o governador Marcelo Déda, entregou à população uma das maiores e mais estratégicas obras de infraestrutura da história de Sergipe. Em grande solenidade realizada no Mosqueiro, em Aracaju, sob o olhar atento de milhares de pessoas, foi inaugurada a ponte Joel Silveira, via sobre o rio Vaza Barris que ligará a capital ao município de Itaporanga D’ajuda e reduzirá em 70 km a distância entre Aracaju e Salvador. A ocasião foi prestigiada pelo ministro do Turismo, Luiz Barretto.

A obra, que também integra intervenções de iluminação, melhoramentos no acesso à ponte nos dois lados e urbanização, é resultado de um investimento de R$ 67.677.068,34, dos quais R$ 37.677.068,34 provenientes do Governo do Estado e os demais R$ 30.000.000,00 aplicados pelo Governo Federal através do Ministério do Turismo.

A ponte Joel Silveira representa uma das mais importantes medidas voltadas ao desenvolvimento econômico e turístico de Sergipe. Ao lado da ponte que ligará Estância a Indiaroba (em construção), a realização inaugurada nesta terça contribuirá para interligar plenamente o litoral sul sergipano, tornando possível o acesso à capital sergipana pela Linha Verde. Essa nova rota beneficiará empreendimentos turísticos, hoteleiros e imobiliários já existentes e ampliará a perspectiva de surgimento de outros. A obra também se constitui em um dos principais passos dados pelo Governo de Sergipe dentro da preparação infraestrutural do estado para a Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil.

Antes de inaugurar a ponte Joel Silveira, o governador Marcelo Déda lançou a Praça dos Jornalistas, espaço de lazer localizado a cerca de 500 metros da estrutura. Para a urbanização do local, o Governo de Sergipe investiu R$ 335.077,05, quantia que se inclui no montante total aplicado para a ponte. Com área total de 5.270,00 m², a praça tambem traz um monumento em homenagem ao jornalista sergipano Joel Silveira. Após descerrar a placa inaugural da praça, o governador lançou o monumento ao lado da sobrinha do homenageado, Ana Maria Silveira Santana.

Inauguração - Depois dessas atividades, o governador descerrou a placa de inauguração da ponte em suas respectivas extremidades no Mosqueiro e na Caueira e percorreu toda a extensão da via. Durante a solenidade, Déda exaltou a importância da obra. “Vocês não têm ideia da alegria que um governante tem no dia em que pode entregar ao povo de sua terra uma obra como esta. E não tenho medo nenhum de afirmar que ela, na verdade, foi iniciada na administração estadual passada. Mas todos sabem que, quando entrei para o Governo, havia somente duas estacas em cada cabeceira. Não houve tempo de se fazer nenhuma estrutura e nem havia recursos pra fazê-la. Mas tive a felicidade de concluí-la. E concluí uma obra que, além de bonita de ser ver e de se usar, é uma ação estruturante. Essa ponte, portanto, não liga apenas Aracaju a Itaporanga. Ela liga, sobretudo, o turismo ao desenvolvimento econômico de Sergipe”, disse.

O governador tambem destacou iniciativas que urbanizam e potencializam o entorno da ponte como fundamentais para a estratégia de alavancar o turismo estadual. “Do lado de Aracaju, a prefeitura está fazendo a Orla Pôr do Sol em parceria com o Governo Federal. O turista já vai ver a beleza da obra de cima da ponte. Do lado de Itaporanga, o turista encontrará uma Caueira muito mais bonita. Foram R$ 6 milhões aplicados para deixá-la completamente drenada e pavimentada, de modo que o turista possa entrar, parar, aproveitar a cidade. É assim que se faz desenvolvimento. Fazemos a ponte, mas sobretudo trazemos progresso, infraestrutura e crescimento econômico e social para um lado e para o outro”, afirmou.

Já o ministro do Turismo, Luiz Barretto, frisou a parceria entre o Estado e o Governo Federal para a concretização da ponte e também fez questão de destacar a realização. “Essa ponte representa um fundamental passo para o governo brasileiro. Não apenas pelo desenvolvimento de Sergipe, mas tambem pelo do Nordeste. Com essa obra, criamos uma grande abertura para a região, o que contribuirá para revelar lugares tão belos como Aracaju, Itaporanga e tantos outros. E Sergipe está dando um passo extremamente importante nessa fase de preparação do país para a Copa de 2014. Integrando o litoral norte da Bahia ao litoral sul sergipano, a ponte Joel Silveira representa um grande salto de qualidade nesse processo”, disse o ministro.

Prefeitos - Para o prefeito Edvaldo Nogueira, a ponte Joel Silveira encurta uma inconveniente e histórica distância física entre dois municípios. “Apesar de termos apenas um rio separando Aracaju de Itaporanga, era como se os dois municípios fossem dois estados, duas nações distantes. Por isso afirmo que, hoje, o governador Marcelo Déda inaugura uma obra que não é apenas cimento, ferro e obra de engenharia. É uma obra que une o norte e o sul do estado, que integra Sergipe, que abre as portas da nossa capital e as da região Centro Sul. Isso revela o compromisso do Governo Déda com o desenvolvimento e com as mudanças do nosso estado”.

O prefeito de Itaporanga, César Mandarino, tambem expressou sua satisfação e sua gratidão com a obra. “Acabaram-se as filas e as balsas, e o povo sergipano vai poder transitar com muito mais conforto e agilidade. Essa grande obra é um marco para o desenvolvimento de Sergipe, um avanço para o nosso turismo. E o município estará ainda mais pronto para receber visitantes, uma vez que as obras de drenagem e pavimentação que o Governo e a prefeitura estão tocando na Caueira estão, aos poucos, fazendo com que a região tenha a mais bela praia do estado de Sergipe”.

Estrutura - A ponte Joel Silveira tem 1.080 metros de comprimento de vão sobre a lâmina d’água, 11 metros de largura e um total de 420 metros nas cabeceiras. Constituída por duas pistas de rolamento de 3,5 metros cada, a via integra ainda ciclovia, área de passeio e duas áreas para acostamento parcial de dois metros. Seu projeto foi desenvolvido para permitir a passagem de quaisquer embarcações sob sua estrutura, uma vez que a distância da água em maré cheia até a base do trecho mais alto é de 17 metros. A ponte Joel Silveira também é a primeira do estado erguida de forma mista, isto é, constituída por concreto e aço.

Além da construção da estrutura física da ponte, o Governo do Estado instalou a iluminação e executou obras de construção, pavimentação e urbanização do anel viário. Para a iluminação, constituída por 350 postes no acesso e 78 postes na própria ponte, o Estado aplicou R$ 3.184.591,86. Já as obras realizadas no acesso incluem restaurações e melhoramento na pavimentação de um total de 5 km de pistas existentes no entorno da ponte, tanto do lado de Aracaju quanto de Itaporanga. As ações foram concretizadas a partir de um investimento de R$ 4.281.230,27 estaduais.

Joel Silveira - Sergipano de Lagarto, onde nasceu em 1918, Joel Silveira é considerado uma das sumidades do jornalismo nacional. Em 1937, mudou-se para o Rio de Janeiro. Lá, junto de jornalistas como David Nasser, Edmar Morel e Samuel Wainer, que também seriam consagrados, alcançou notabilidadade nacional por meio da grande reportagem, forma encontrada pelos jornais para sobreviver à censura imposta pela ditadura do Estado Novo. Seus mais de 60 anos de carreira contabilizaram passagens por diversas redações do país, nas quais ocupou inúmeros cargos.

Em plena Segunda Guerra Mundial, o jornalista foi escolhido por Assis Chateaubriand, proprietário dos Diários Associados, para ser correspondente do conflito junto às Forças Armadas do país. Apesar de parecer contrário do DIP e do General Eurico Gaspar Dutra, então Ministro da Guerra, e do assédio à vaga de lendas do jornalismo nacional como David Nasser, Edmar Morel e Carlos Lacerda, a ida do sergipano foi mantida. Silveira também é reconhecido por ser um dos precursores do jornalismo internacional e do jornalismo literário no Brasil. Por seu estilo ferino e impactante, ganhou de Assis Chateaubriand o apelido de ‘víbora’. Autor de cerca de 40 livros, o jornalista foi agraciado em 1998 com o prêmio Machado de Assis, o mais importante da Academia Brasileira de Letras, pelo conjunto de sua obra. Faleceu em 2007 no Rio de Janeiro.
http://www.der.se.gov.br

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Jatene fala aos assessores de imprensa do Governo do Estado


Agência Pará de Notícias
"Não consigo imaginar uma área de comunicação que não diga a verdade. Porém, o governo não é homogêneo, e por isso vou precisar do apoio de vocês", declarou o governador Simão Jatene, durante o encontro com os assessores de imprensa dos órgãos das administrações direta e indireta, na tarde desta sexta-feira (11), no auditório da Imprensa Oficial do Estado do Pará (Ioepa).
Ao enfatizar a transparência como principal diretriz da comunicação do Governo do Estado, Simão Jatene afirmou contar com o apoio dos profissionais que integram a Secretaria de Comunicação (Secom) e os demais órgãos, para concretizar essa política. "Uma comunicação clara protege o governo, por isso aposto nesta nova esfera da comunicação através das mídias sociais", ressaltou.
Durante o encontro, marcado pela informalidade, o governador esclareceu o que espera das novas estratégias de comunicação e destacou a importância do "pacto pelo Pará". "O que quero, na verdade, é fazer um convite a vocês: vamos tentar juntos construir um Pará melhor. Juntos, vamos fazer esse pacto por uma sociedade melhor", disse Jatene, acrescentando que só com a união será possível construir um Estado com menos desigualdades sociais. Essa mudança, frisou, precisa do compromisso de cada cidadão.
O governador declarou ainda que esse compromisso será pedido a todos os servidores do Estado, por isso decidiu conversar primeiro com os profissionais de imprensa. "A comunicação é uma área estratégica na disseminação dessa mensagem", ressaltou.

Difusão - O secretário de Estado de Comunicação, Ney Messias Jr., destacou a importância do papel dos assessores de imprensa enquanto difusores de boas notícias sobre o Estado. "Costumamos ver na imprensa nacional notícias negativas a respeito do Pará, mas temos muitas coisas boas para mostrar, e cabe a nós, enquanto assessores, detectar e saber expor nossas belezas", disse ele.
Os assessores tiraram dúvidas sobre o novo direcionamento da comunicação no Estado. O secretário informou que novas ferramentas estão sendo desenvolvidas para atender a essa nova diretriz, visando agilizar cada vez mais o diálogo entre governo e sociedade.
"Este governo vê com muita importância a comunicação pelas mídias sociais, dando uma atenção tão especial que faz com que os questionamentos feitos através destas sejam respondidos com muita rapidez. Não vejo uma comunicação que tenha um formato mais transparente do que este", acentuou Ney Messias Jr.
Adelaide Oliveira, presidente da Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa), disse que a instituição vive a pior crise de toda sua história, mas apesar desse cenário acredita na proposta de política de comunicação baseada na transparência. Os veículos de comunicação da Fundação, assegurou ela, estarão disponíveis para ajudar a "construir uma sociedade menos desigual".
Manuela Viana - Secom

Carnaval oficial em Mosqueiro começa neste fim de semana


Cerca de 500 mil pessoas devem brincar o carnaval nos principais balneários de Belém. Mosqueiro, Icoaraci, Outeiro e Cotijuba, são os destinos mais procurados pela população para brincar a folia de Momo. A programação do Carnaval “Folia em toda parte, alegria pra toda gente” da Prefeitura Municipal de Belém começa a esquentar a partir deste final de semana com blocos alternativos e as baterias de agremiações carnavalescas.


De acordo com o presidente da Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel), Carlos Amilcar, o carnaval integra a população e será para todos os gostos e idades. “Nós apoiamos todas as manifestações culturais e desejamos que a população brinque com consciência. Toda estrutura foi pensada para que todos tenham seu lazer com segurança”, afirma.

No distrito de Mosqueiro a folia começa a partir das 17h do domingo (13), com a saída dos blocos da Av. Getúlio Vargas e Rua Nossa Senhora do Ó. Na Praça da Matriz, a Banda Moleke Society agita a noite com repertório variado. Os blocos alternativos, baterias de agremiações carnavalescas e a Banda Moleke Society continuam a ser atração da folia de carnaval no domingo dia 20, desta vez na Praça Nossa Senhora da Conceição, no Carananduba. As atrações se repetem no domingo dia 27, desta vez na Avenida Beira Mar, na Baía do Sol.

A grade de atrações montada pela Prefeitura de Belém para Mosqueiro, em parceria com a Fumbel, continua no dia 1º de março, com um coquetel de apresentação das candidatas ao Rainha das Rainhas do Carnaval de Mosqueiro, que acontece a partir das 20h na sede do Parazinho Esporte Clube. Na mesma noite acontece a escolha da Rainha Simpatia do Carnaval. O desfile das candidatas ao 26º Concurso Rainha das Rainhas do Carnaval de Mosqueiro acontece apenas no dia 4 de março, a partir das 22h na Vila, ao lado do Praia Bar em um palco montado pela PMB.

No sábado, dia 05, a partir das 17h, acontece o desfile das agremiações carnavalescas do grupo B, com saída da Vila, na Travessa Getúlio Vargas e Rua Nossa Senhora do Ó. A partir das 20h, acontece o Concurso Rainha Mirim, no palco montado ao lado do Praia Bar, na Vila. O concurso será encerrado com atrações musicais. No domingo dia 6 de março, a partir das 17h, os blocos carnavalescos e escolas de samba continuam a desfilar na Vila. A partir das 20h, o Concurso Musa Gay pretende agitar a Bucólica.

Na segunda-feira de Carnaval, 07 de março, o desfile dos blocos carnavalescos do grupo A pretende sacudir a ilha com muito samba, a partir das 17h. A partir das 15h acontece a Parada Carnavalesca com Bondinho da Folia e Banda de Fanfarra saindo da Avenida Beira Mar, no Ariramba, e percorrendo o Murubira, Chapéu Virado e Farol. A partir das 20h, acontece o Concurso de DragQueen com o desfile de candidatas espalhando luxo e simpatia pela Vila.

Já no dia 08 de março a programação segue com apresentação de bandas, blocos e escolas de samba na vila. No dia 09 o tradicional Bloco Pirarucú nas cinzas faz a parada carnavalesca a partir de 15h que vai da Av. Chapéu Virado até a Praça Matriz do Distrito.

O carnaval em Mosqueiro começou em janeiro e vai até as 4ª de Cinzas


Todo ano, o carnaval de rua em Mosqueiro começa mesmo no primeiro sábado e domingo de janeiro, já é tradição. As escolas de samba "Peles Vermelhas" e "Estação Primeira do Maracajá", aos sábados e os "Piratas da Ilha", aos domingos. As escolas saem de seus barracões e vão fazer seus ensaios levando seus brincantes para as ruas. É uma animação! As agremiações tradicionais da ilha fazem a sua parte para iniciar o carnaval bem mais cedo como acontece nos pricipais litorais brasileiros. Salvador na Bahia é um exemplo disso. A cultura, o turismo e a economia são alavancados nesta região bem antes da folia de momo propriamente dita começar. A Ilha de Mosqueiro, quer queira - quer não queira algumas autoridades é uma região turística e de lazer, por isso deve receber o incentivo que merece. Salvador, Recife Rio de Janeiro são exemplos de como a cultura mais popular do Brasil que é o carnaval recebe atenção especial do poder público e até com certa prioridade. O que não observamos aqui em Belém e, especialmente, em Mosqueiro. A bucólica por ser a melhor região praiana do Pará deveria receber atenção especial neste e em outros períodos. Isso mesmo. Sem barrismo!

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Albras era para ser em Mosqueiro


Uma das maiores fábricas de alumínio do mundo e a maior produtora do Brasil, a ALBRAS, era para ser instalada em Mosqueiro, não fosse a negativa do então governador Aloisio Chaves, orientado pelo seu então secretário de planejamento, Fernando Coutinho Jorge. Essa afirmativa é feita num álbum que conta a história da Albrás. A versão, inclusive, foi confirmada pelo próprio Coutinho Jorge em recente um almoço oferecido na Assembléia Parense em homegaem aos 89 anos do ex-governador do Pará, Aurélio do Carmo. Em conversa de mesa, Coutinho Jorge e Mário Chermont relembraram o episódio que foi registrado na coluna social de Bernardino Santos de O Liberal(Edição de 2 de fevereiro).
É através desse álbum, A história da Albrás, bem editado graficamente, em 232 páginas, com rica iconografia. Apesar de ser uma publicação institucional da companhia e ter sido escrita por um dos seus ex-presidentes, não é uma hagiografia nem chega a ser uma versão bitoladamente oficial. Quem relata é Romeu do Nascimento Teixeira, que presidiu a Albrás por 18 anos. O jornalista Lúcio Flávio Pinto reproduziu em linhas críticas em seu Jornal Pessoal – Edição de Janeiro 2010 parte dessa história que muito deve interessar aos historiadores de Mosqueiro.
A Albrás é a maior empresa com sede no Pará e na Amazônia. Em 24 anos de funcionamento, sua produção acumulada já alcança 9 milhões de toneladas de alumínio, destinado principalmente ao exterior e, em particular, ao Japão, que ficou com quase metade desse total. A receita dessas exportações no período supera 13 bilhões de dólares. É a maior exportadora de alumínio e também a maior produtora do Brasil. É a 8º maior fábrica de alumínio do mundo e a líder no continente. Está a menos de 50 quilômetros em linha reta de Belém, mas raros paraenses a conhecem pessoalmente, sabem o que ela representa ou sequer que existe. Não parece que está em Barcarena: parece que foi instalada em Marte. A Albrás entrou em operação em julho de 1985. A primeira exportação de lingote foi em 4 de abril de 1986, quando o navio Sun Rokko Colombo desatracou do porto de Vila do Conde carregado com 26,5 mil toneladas de metal destinados aos Estados Unidos. A primeira exportação para o Japão só aconteceu seis meses depois. Foram 16,7 mil toneladas embarcadas para o porto de Yokohama. A Alunorte responde por 15% das necessidades japonesas de alumínio. É a maior fábrica japonesa fora do Japão.
Para chegar a esse resultado, a Albrás precisou se entestar com um empreendimento paralelo, que com ela iria competir e desde o início procurou sufocá-la. À frente dessa empreitada estava ninguém menos do que a maior indústria de alumínio do mundo, a americana Alcoa, a líder do cartel das “seis irmãs”, empenhada em rearrumar esse oligopólio durante a transição da crise mundial de energia.
Sugestivamente, as duas selecionaram o mesmo local para nele instalarem sua fábrica: a ilha de Mosqueiro. No primeiro contato com o então governador Aloysio Chaves, em 23 de outubro de 1975, Eduardo Carvalho, diretor da Vale, pediu apoio para instalar a fábrica de alumínio na ilha: “A forte recusa do governador em relação a esse local, por ser um balneário próximo a Belém, empurrou a Albrás para Barcarena”, testemunha Romeu. A Alcoa, que nem foi recebida pelo secretário de planejamento do Estado, Fernando Coutinho Jorge, se mudou para o estado do Maranhão. Se a decisão oficial de negar a construção em Mosqueiro foi acertada ou não, cabe aos analistas e historiadores tirarem suas comclusões.

Pioneiro é eleito presidente da Assembléia Legislativa do Pará


Tomou posse na manhã em 1° de fevereiro/2011 a nova mesa diretora da Assembléia Legislativa do Estado, eleita para o biênio 2011-2012, presidida pelo deputado Manoel Pioneiro (PSDB). Em seu primeiro pronunciamento, Pioneiro destacou a necessidade de haver uma ampla parceria entre os três poderes e a realização de um "pacto", que deverá resultar na melhoria das políticas públicas, em especial para as áreas de saúde e segurança
O novo presidente da Alepa fez diversos agradecimentos e declarou que o momento era muito significativo em sua carreira política, iniciada em 1988, com um mandato de vereador. "Volto ao parlamento para meu oitavo mandato e coloco à disposição desta Casa a minha experiência como gestor público", ponderou.
Apresentada a chapa única para o pleito, Pioneiro foi eleito com 37 dos 40 votos válidos. Três deputados votaram em branco para a presidência da casa. Já na escolha da mesa diretora, apenas um votou em branco. Na abertura da sessão, cada deputado foi chamado para a entrega da declaração de bens e do diploma. O único ausente foi João Salame, que aguarda uma decisão da justiça para que se confirme sua posse como prefeito do município de Marabá.

Após a conferência dos documentos, as lideranças foram chamadas para vistoriar a cabine de votação e a urna de votos. A chapa única para a mesa diretora foi composta por Manoel Pioneiro (Presidente), Júnior Ferrari (1º Vice-presidente), Valdir Ganzer (2º Vice-presidente), Simone Morgado (1º Secretário), Eliel Faustino (2º Secretário), Fernando Coimbra (3º Secretário), e Raimundo Belo (4º Secretário).
Em coletiva à imprensa, o novo presidente da Alepa falou sobre as restrições de gastos públicos determinada pelo governador Simão Jatene. Pioneiro declarou que se for necessário, a Assembléia também irá colaborar nesse contingenciamento. "Cabe ao governador, como ordenador de despesas, decidir o que é necessário fazer. À nós, compete legislar. Eu acredito muito na administração do governador Simão Jatene, tanto que estamos sendo parceiros nesta, que é uma relação que visa o bem do povo do Pará", reforçou.
Ao ser questionado sobre a retirada dos projetos do Executivo Estadual para análise do governador, antes de serem votados na Alepa, Pioneiro declarou que a decisão foi acertada. "Se o governador entendeu que deveria retirar os projetos que aqui estavam para fazer uma avaliação, há que se entender que o governo é outro, o momento é outro e nós estamos vivendo um acordo. Cabe à ele definir, junto com sua equipe e com a contribuição da Assembléia Legislativa, o que é melhor para o Estado do Pará", finalizou.

Da Redação
Agência Pará
Rosa Borges - Secom

Mácola vai para a Procuradoria da ALEPA


Maria Eugênia Rios, indicação do PMDB desde a administração Mário Couto, será substituída por Ítalo Mácola no cargo de Procurador chefe da Alepa.
Italo de Almeida Mácola Júnior, líder estudantil, comerciário, bancário, professor, brasileiro, casado, advogado, defensor público, cedo começou sua vida profissional. Em 1988, formou-se em Direito pela Universidade Federal do Pará, mas desde 1983 começaria a exercer diversas funções ao ingressar na Defensoria Pública, onde atuou como Chefe da Divisão de Recursos Humanos; presidente da comissão de sindicância; e Chefe de Finanças e Contabilidade. Defensor Público do bairro do Guamá, Procurador Geral nas gestões de 1995, 2002 e 2003; e presidente do Colégio Nacional de Defensores Públicos do Brasil. Em sua gestão como Procurador Geral da Defensoria Pública, inaugurou, em 1998, dentre outros, o prédio-sede da Defensoria Pública. Foi chefe da Casa Civil da Governadoria do Estado , no Governo Almir Gabriel, em 1999 e 2000. Membro titular do Conselho de Administração do Banco do Estado do Pará, na qualidade de representante do Governo do Pará. Membro do Conselho das Centrais Elétricas do Pará, como representante dos consumidores. Seu nome constou da lista sêxtupla concorrendo ao Desembargo, ficando em segundo lugar no sufrágio direto. Dentre as várias condecorações que recebeu, está a Comenda do Mérito Grão-Pará, a da Ordem do Mérito Coronel Fontoura, a do Mérito Legislativo “ Neuton Miranda “ e do Mérito Tiradentes, condecoração recebida pelo Colégio Nacional de Dirigentes de Defensorias Públicas, por relevantes serviços prestados. Posteriormente, em 2004. Foi colocado à disposição da Secretaria Extraordinária de Assuntos Institucionais. Foi nomeado Secretário Executivo de Justiça do Estado do Pará, no Governo Simão Jatene em 2005.
Eleito Deputado Estadual pelo PSDB, em 2006, hoje é um dos principais dirigentes partidários, integrou a Mesa Diretora da Assembléia Legislativa na função de segundo vice presidente, de janeiro/2009 a janeiro/2011.